Viajante.

 

Imagem

Eu não me recordo de como eu entrei nesse ônibus e nem de como era a minha vida antes, só sei que estou viajando nele desde que me conheço por gente. Uma das certezas que eu tenho inclusive, é que eu amo as pessoas que estão aqui comigo, são pessoas excepcionais e espero que um dia você conheça cada uma delas. Não tenho o que reclamar dessa minha vida de itinerante, apesar de algumas peculiaridades, como a música horrível que o motorista ouve, é sério, são tão ruins que dão vontade de chorar, mas ele sempre desliga o rádio quando começamos a cantar em capela, ele não admite, mas eu sei que ele ama a nossa música. Eu não sei quando chegaremos no nosso destino, é meio misterioso para todos, as vezes ficamos horas fantasiando, mas sabemos que não importa o que aconteça, mesmo que tenhamos que terminar a viagem a pé, sabemos que chegaremos no nosso destino, não apenas um, mas muitos dos que viajam, pois um acaba ajudando o outro, e isso é muito bom, porque assim temos animo para continuar e se alegrar mesmo não tendo motivos. Infelizmente durante o nosso trajeto, temos que nos despedir de pessoas que amamos, não a motivos específicos, só vou entender elas quando acontecer isso comigo, pois o nosso trajeto, a viagem de cada um não pode parar, por causa daqueles que acabam ficando durante o percurso, mas acredito que um dia encontraremos eles, quem sabe, no nosso tão estimado destino. Passamos por uma parada e para mim restam apenas mais três, infelizmente essas pessoas que descem nem chegam a visitar as quatro, algumas apenas uma, ou duas, já ouvi relatos de pessoas que nem chegaram a viajar, mas já esperavam a sua entrada no ônibus e nunca tiveram chance de ser nosso companheiro itinerante. Cada parada que nós fazemos parece que dura uma eternidade, você tem a impressão que cada minuto é eterno e não percebe que o tempo passa tão rápido e já está na hora de retornar ao ônibus e partir de novo. Por me comparar aos mais velhos, acredito que ainda tenho mais duas paradas, mas sinto que nós vamos chegar mais rápido do que imaginamos em nosso destino e nem chegaremos aprovar os desejos e sabores das outras paradas, parece que algo está para acontecer a qualquer momento e será muito bom, trará grandes alegrias ao meu coração.  Sinto que o meu destino é o meu lar, meu verdadeiro lar, onde lá eu encontrarei todo o descanso da qual o meu corpo e a minha alma necessitam. Apesar da vista ser maravilhosa da janela, amo a comunhão que eu tenho com as pessoas do meu ônibus, até mesmo aquelas que acabam entrando nas paradas e vão ficando conosco durante a viagem. Durante essa vida de viajante, aprendi que certos questionamentos estão além do meu entendimento, então decidi apenas confiar e esperar naquele que tem nos protegido desde a nossa partida e que nos acompanhara até o seu encontro. Bom, tenho que ir. Quem sabe na próxima parada eu escrevo para dizer como vão as coisas. Até, logo.

Anúncios
Viajante.

Deixe um comentário. Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s